GeralInformação

Os Truques da Imprensa Portuguesa

17/03/2019 Por

Publicado na Página do Facebook

No Youtube, Facebook e Twitter, os vídeos do massacre da Nova Zelândia, gravado pelos criminosos para que pudesse servir de propaganda à sua causa, estão a ser apagados.

A polícia da Nova Zelândia pediu, no Twitter, que as imagens não fossem partilhadas.

A deontologia obriga o jornalista a negar o sensacionalismo e a proibir-se de perturbar a dor das pessoas.

Durante a manhã, a CMTV esteve a passar repetidamente o vídeo do massacre.

Ontem, tanto a CMTV como os telejornais da RTP e da TVI, passaram o vídeo do massacre em São Paulo, onde morreram 8 pessoas, 5 delas crianças. Os vídeos do momento em que os criminosos entram na escola e começam a matar ainda estão online, nos sites.

São vídeos de pessoas a matar pessoas, a passar na televisão sob o crivo de jornalismo.

Jornalismo é reportar o que aconteceu, procurar as causas, os intervenientes, acompanhar o desenrolar da história, enquadrar a questão. Isto é puro voyeurismo, sensacionalista, inútil, sádico até.

Onde anda a ERC?

E as crianças pequenas, já têm maturidade para ver isto?